Últimos artigos

          ÚLTIMAS NOTÍCIAS

pesquisa

Saciedade

O mecanismo da saciedade, que entra em ação quando nos alimentamos, é acionado a partir do intestino pela liberação de outros neurotransmissores, que tem a função de inibir a ação daqueles ligados à fome. Juntos o pâncreas e o tecido adiposo liberam insulina e a leptina (hormônios que provocam a sensação de saciedade), respectivamente no sangue. A ingestão de alimento libera ainda  serotonina (também responsável pela sensação de satisfação e bem estar). É justamente por isso que o ato de comer acaba com o típico mau humor causado pela fome. Detalhe importante: o correto funcionamento de toda a interconexão de neurotransmissores da saciedade depende de um organismo em perfeito equilíbrio. Por isso, os sinais de saciedade podem ser afetados pelo tipo de alimento consumido; os crus e que contenham fibras saciam mais rápido do que aqueles ricos em açúcar e com poucas fibras; Pela duração da refeição - quanto mais demorada, menores porções de alimento são consumidas; pela mastigação- se comemos devagar, mais rapidamente nos sentimos saciados, além de o alimento melhor triturado facilitar o trabalho do aparelho digestivo e pelo nível de gordura corporal - nas pessoas obesas esse mecanismo de saciedade é menos eficiente.